segunda-feira, 31 de julho de 2017

Quantos anos você tem?


Como sempre acontece, 
não só comigo, mas com todos nós seres humanos, as vezes acordamos um pouco  desmotivados, sem vontade de sair do quarto. Hoje está sendo um dia assim, mas resolvi parar de pensar um pouco, não ficar me lamentando sobre isso, mas deitar com a carga que tenho sobre meus ombros, o peso de problemas adquiridos durante toda minha vida, coisas que poderia facilmente ignorar e seguir em frente, apesar das pessoas continuarem a me lembrar, mesmo sabendo que não tenho amnésia, apenas sigo com a minha vida, pois nada do que eu fizer mudará minhas atitudes passadas, mas provavelmente mudará o futuro e me deixar mais feliz ou infeliz, mas por mais incrível e estupido que pareça, isso não depende somente de mim.
Decisões, mudanças simplesmente para agradar os outros, pois de fato o que eu gostaria era de continuar como estou, seguindo minha vida, um dia após o outro, sem muitos planos, sonhos ou expectativas, mas sou condenada por isso, pois existe um padrão de felicidade, uma receita de vida, se você foge da normalidade acaba afrontando. Não entendem que só quero viver um dia de cada vez, sem correr, sem espalhar moedas de qualquer jeito como fiz anteriormente considerando que as moedas são os anos que passaram e que não os terei de volta, por isso gostaria de ter os próximos com alegria e paz, pois se algo tira a nossa paz, com certeza não é bom pra nossa vida e do meu jeito eu sou feliz e sinto esta felicidade ameaçada por imposições.
Hoje se me perguntarem quantos anos eu tenho, não serei tão otimista como Galileu Galilei que disse que tinha oito no máximo dez quando lhe fizeram esta pergunta. Eu apenas não sei quantos anos tenho e sou ciente disso, pois os que vivi também já não são meus nem mesmo os aproveitei como deveria e agora simplesmente não sei se terei mais um dia, quanto mais um ano. Só sei que quero viver o agora e agora só posso escrever e mais nada.
Se você leu e não entendeu ou  não 
concorda  com esse texto, um de nós dois está errado? Não, só temos opiniões diferentes, entendeu agora? 
Postar um comentário